O Rio Branco

Hoje é 24 de Abril de 2018

Educação

Mais de cem mil alunos iniciam ano letivo nesta segunda no Acre

03 de Março de 2018 às 13:02:39

Na próxima segunda-feira, 5, começa o ano letivo em mais de 250 escolas da rede urbana em todo o Estado. O governo do Acre, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), já está com tudo pronto para receber os mais de 102 mil alunos (somente na zona urbana) dos 22 municípios acreanos.

Na capital são mais de 49 mil estudantes que retornam às atividades escolares. No interior, outros 52 mil. E para que tudo isso possa ocorrer, o governo realiza investimentos em infraestrutura e formação de técnicos e professores para garantir a qualidade do ensino.

De acordo com a diretora de Gestão da SEE, professora Rosária Solon, todas as regionais foram contempladas com reformas, inclusive escolas da zona rural de difícil acesso e indígenas. “Estamos trabalhando para que os alunos recebam as escolas em plenas condições de funcionamento”, disse.

Para além das reformas, que são importantes, a SEE também já realizou as formações e capacitações dos professores, sem falar na lotação dos profissionais. “Na zona urbana, o processo de lotação está praticamente concluído.”

Nas escolas rurais próximas, as aulas se iniciam no próximo dia 12. Já nas escolas de tempo integral (ETIs), dia 17. Rosária Solon lembra que ainda há algumas vagas remanescentes e nas escolas rurais o processo de matrícula vai continuar assim que melhorar as condições de acesso.

“A merenda, tanto na zona urbana quanto nas escolas rurais próximas, também já foi entregue. Quanto a isso, nem os alunos nem as gestões escolares precisam se preocupar”, acrescenta.

O secretário Marco Brandão destaca, entre os investimentos do governo, a climatização, que vem sendo realizada desde o ano passado. “Isso garante melhores condições de aprendizagem e enfatiza a preocupação do governador Tião Viana com a educação e com os nossos quase 150 mil estudantes”, afirmou.

Semana de acolhimento

Investimentos são necessários, mas, além disso, é preciso aproximar a comunidade escolar. Por isso, de acordo com Rosária Solon, a SEE vai realizar, a partir do dia 5, a semana de acolhimento envolvendo as gestões escolares, estudantes e até os técnicos da secretaria.

A professora explica que cada escola terá autonomia para realizar o acolhimento da forma que lhe convier, mas ressalta que a orientação do governo é para que ela seja realizada. “Nossa orientação é para que elas façam o acolhimento dos alunos.”

Com o acolhimento, será realizada também a avaliação diagnóstica, a fim de verificar o nível de conhecimento dos estudantes já no início do ano letivo. Com isso, os planejamentos escolares terão condições de trabalhar e sanar as eventuais deficiências no tocante ao ensino.

Calendário de início das aulas

Dia 5 – Escolas regulares urbanas de todo o Estado e a Escola Militar Tiradentes (coordenada pela Polícia Militar).

Dia 12 – Escolas rurais próximas,  a Escola Militar D. Pedro II (coordenada pelo Corpo de Bombeiros) e a Escola Iracema Gomes (no prédio-escola Jequitibá).

Dia 17 – Escolas de Tempo Integral e Educação de Jovens e Adultos (EJA), que esse ano passará a oferecer também ensino diurno.

 

 

Agência




Compartilhar