Parte de teto de túnel cai na Zona Sul do Rio de Janeiro

Parte do teto do túnel acústico Rafael Mascarenhas, que liga a Zona Sul à Zona Oeste do Rio de Janeiro, caiu no fim da manhã desta sexta-feira, 17. Placas de concreto da estrutura atingiram a parte da frente de um ônibus da linha 104, que faz o itinerário São Conrado-Rodoviária.

Em entrevista ao canal Globonews, o motorista do ônibus disse que viu quando o teto desabou e que ninguém no veículo se feriu. “Vi a ribanceira caindo e joguei o ônibus para parar o trânsito”, afirmou.

O túnel acústico Rafael Mascarenhas e o túnel Zuzu Angel, que vem logo em seguida, estão com o trânsito interditado nos sentidos São Conrado e Gávea, o que impacta o trânsito na auto-estrada Lagoa-Barra. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura, a ponte da Joatinga, que liga a Barra da Tijuca a São Conrado, tem pontos de bloqueio da CET-Rio, que elaborou um plano de contingência para a região por conta do desabamento.

Como a Avenida Niemeyer, outra via de acesso entre as zonas Sul e Oeste, também está fechada devido a um deslizamento de terra nesta manhã, os motoristas podem transitar entre as duas regiões por meio do Alto da Boa Vista, de onde é possível acessar uma estrada que chega ao Horto. Outra opção é a Estrada da Gávea, que passa por dentro da favela da Rocinha.

O metrô entre as estações Jardim Oceânico, no início da Barra da Tijuca, e General Osório, em Ipanema, também é uma alternativa.

Às 10h55, antes da queda do teto do túnel, o Centro de Operações informou que o Rio havia entrado em estágio de crise por ocorrências que afetam a mobilidade na cidade, incluindo o deslizamento que levou ao bloqueio da Avenida Niemeyer e um acidente no túnel Rebouças, principal ligação entre as zonas Sul e Norte do Rio de Janeiro. A cidade foi atingida por fortes chuvas na manhã de hoje.

 

VEJA