Caso Neymar: Exame não detectou lesão em partes íntimas de Najila, diz portal

Najila Trindade, que acusa o jogador Neymar de estupro, realizou o exame de corpo de delito após registrar o boletim de ocorrência na última sexta-feira. A Polícia Civil já teve acesso aos resultados do exame que não apontou nenhuma lesão na genitália da modelo.

O procedimento, que é padrão em casos de estupro, detectou apenas uma lesão no dedo de Najila.

Danilo Garcia de Andrade, advogado da acusante, em entrevista na Delegacia de Defesa da Mulher, escolheu não comentar o assunto, mas afirmou estar tomando conhecimento do inquérito e que todas as provas sobre a investigação são sigilosas.

Apesar disso, o advogado afirma que Najila ficou com traumas após o suposto acontecimento em Paris, está com dificuldades para dormir, perdeu peso, chora muito e está tomando remédios para controle de ansiedade.

Outro exame de corpo de delito realizado no dia 21 de maio, seis dias depois da data em que a modelo alega ter sido estuprada, realizado no escritório de outro médico gastrologista no Hospital Albert Einstein, mostra lesões nas coxas e nádegas de Najila.

O médico responsável por esse laudo particular prestou depoimento na última quinta-feira, na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, e confirmou que foram detectados ferimentos, segundo o UOL Esporte. Porém, afirma que as fotos anexadas não foram tiradas por ele e não quis dar entrevista na saída da delegacia, justificando sigilo nas investigações.

 

 

ESPN