Museu Goeldi participa da 66ª SBPC na Ufac

A instituição participa da programação com seminário sobre paisagens amazônicas, palestra, curso de formação em jornalismo científico e atividades educativas
De 22 a 27 de julho de 2014, acontece uma série de atividades organizadas pelo Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) durante a 66ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que acontece na Universidade Federal do Acre (Ufac), na cidade de Rio Branco. Serão palestras, atividades de formação e educação para todos os públicos.
Na quinta-feira, 24, a coordenadora de Pesquisa e Pós-Graduação do MPEG, Marlucia Martins, participa da mesa-redonda “Ciência e Tecnologia na Amazônia”, junto com Emmanuel Tourinho (Universidade Federal do Pará), Ennio Candotti (SBPC/Museu da Amazônia), Alberto Arruda (UFPA) e Ana Cecília Ribeiro (Instituto Evandro Chagas). A coordenação será de Maria Elvira Sá (UFPA).
O Museu Goeldi também realiza o seminário “Paisagens Amazônicas: do passado ao futuro”, no dia 25 de julho, de 14h às 16h, no Mini-Auditório da ExpoT&C. A proposta do evento é discutir as características, a história e as transformações do território amazônico, incluindo, nessa reflexão, as interpretações e interferências do homem. Os painelistas serão os pesquisadores Alexandre Aleixo (Coordenação de Zoologia/MPEG), Helena Lima (Coordenação de Ciências Humanas/MPEG), Glenn Shepard (Coordenação de Ciências Humanas/MPEG) e Igor Narvaes (Inpe).
O biólogo Alexandre Aleixo (MPEG) abordará a construção histórica da biodiversidade, enquanto a arqueóloga Helena Lima (MPEG) foca as relações humanas com a paisagem através dos tempos. O antropólogo Glenn Shepard (MPEG) analisa as percepções dos povos tradicionais sobre as paisagens atuais e o engenheiro florestal Igor Narvaes (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais/Centro Regional da Amazônia), por sua vez, aborda o futuro em sua palestra, a partir do uso de ferramentas da geotecnologia para a gestão do território, exemplificando com a situação da região fronteiriça entre o Brasil e a Guiana francesa.
Formação em Jornalismo
A jornalista Joice Santos (MPEG) será uma das palestrantes na mesa-redonda “Formação de jornalistas e cientistas: por uma divulgação sem fronteiras” no sábado, 26. Coordenada por Graça Caldas (Universidade Estadual de Campinas), a mesa é uma promoção da Escola Brasileira de Jornalismo Científico (EBJC) e conta também com a participação de Maurício Bittencourt (Ufac) e Adriana Lima (EBJC).
Paralelamente à SBPC, ocorre o segundo curso de extensão da Escola Brasil de Jornalismo Científico (EBJC), iniciado no dia 16 e que segue até 29 de julho. Destinado a estudantes de graduação, o curso tem como objetivo ampliar a formação em jornalismo para uma cobertura analítica e contextualizada de Ciência, Tecnologia e Inovação. Os palestrantes citados na mesa acima serão os professores que ministrarão aulas teóricas e práticas para universitários do Acre, Amazonas e Amapá. O curso inclui visita ao Museu Chico Mendes, em Xapuri, e fará a cobertura multimídia da programação da SBPC.
A EBJC é uma realização do Grupo de Pesquisa “Comunicação, Educação, Ciência e Sociedade”, coordenado por Graça Caldas e Adriana Lima, que conta com o apoio da SBPC, Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor/UNICAMP), Intercom, Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq).
Atividades educativas
No Circo da Ciência, espaço organizado pela Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência (ABCMC), o Museu Goeldi preparou uma programação lúdica e educativa para apresentar aos mais jovens a biodiversidade e a diversidade cultural da região amazônica. As atividades serão realizadas pela equipe composta pelo arte-educador Alcemir Aires (MPEG) e pelos colaboradores Cezar Filipe Silva, Diennef Gomes e Emily Santos (MPEG).
O Programa Natureza, que simula um programa de auditório, será comandado pelo Macaco Ximbica com gincana, distribuição de brindes, sessões de vídeos e o espetáculo teatral “A Beleza dos Animais”, de autoria do educador Luiz Videira (MPEG). Outro destaque será a dinâmica “Adivinhe se puder”, na qual os participantes terão que vendar os olhos e adivinhar em qual animal estão tocando.
66ª SBPC
Este ano, o evento tem como tema “Ciência e Tecnologia em uma Amazônia sem Fronteiras”. Além da programação científica, conta com a mostra ExpoT&C, SBPC Indígena, SBPC Jovem e Mirim e SBPC Extrativista. Todas as atividades, com exceção dos minicursos, têm acesso livre e gratuito.
Serviço
66ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. De 22 a 27 de julho, na Universidade Federal do Acre (Ufac), em Rio Branco-AC.


 Assessoria Museu Goeldi