O Rio Branco

Hoje é 24 de Março de 2016

Acre

Governo direciona investimentos em saneamento básico para Porto Walter

31 de Maio de 2016 às 08:48:48

Atendendo aos anseios dos 9.176 mil habitantes de Porto Walter, o governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), nos próximos dias retomará as obras de saneamento ambiental integrado. Os investimentos giram em torno de R$ 21 milhões.

A iniciativa será possível graças ao Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser). O programa também atenderá os outros três municípios de difícil acesso – Santa Rosa, no Purus, Jordão e Marechal Thaumaturgo, no Juruá.

Edvaldo Magalhães, diretor-presidente do Depasa, conta que a boa notícia é que o governo vai reiniciar a fase boa da obra: “A do fechamento das bases para que seja feito o pavimento. Serão feitos mais de três quilômetros de ruas ainda este ano. A previsão é de que em 2017 sejam concluídas todas as melhorias previstas para Porto Walter”, informou Magalhães.

Princesinha do Juruá

Das cidades de difícil acesso do Acre, Porto Walter é considerada a “Princesinha do Juruá”. Ela está no meio da viagem entre Cruzeiro do Sul e Marechal Thaumaturgo.

É considerada a cidade com a população mais ativa e organizada. Sua história é marcada pela presença efetiva da Igreja Católica, que tem lutado ao longo dos anos por melhorias nas áreas de infraestrutura e educação.

Investimentos

A balsa com 200 mil tijolos para o inicio das obras já chegou em Porto Walter (Foto: Cedida)

A balsa com 200 mil tijolos para o inicio das obras já chegou em Porto Walter (Foto: Cedida)

No portfólio de obras previstas para Porto Walter, estão programados nove quilômetros de ruas pavimentadas. Serão construídos 13,4 quilômetros de rede de esgoto, feitas 972 unidades de ligações domiciliares de esgoto, 50 módulos sanitários e 68 unidades de sistema de tratamento individual de esgoto.

Os investimentos também irão contemplar a construção de três Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e quatro Estações Elevatórias de Esgoto (EEE).

No quesito água tratada, serão providenciadas 390 unidades domiciliares e construídos 4,47 quilômetros de rede de abastecimento de água. Haverá a execução também de 1,44 quilômetro de drenagem de águas pluviais.

No porto da cidade serão construídos uma rampa de concreto armado e um terminal de transbordo para os ribeirinhos que seguem para outras cidades do Acre com a intenção de escoar sua produção.

Um pouco da história

Quem sobe ou desce o Rio Juruá vê ao longe uma igreja de arquitetura alemã, construída há mais de sessenta anos. Para chegar a mais essa cidade da floresta no Acre, só viajando em barcos ou em aviões de pequeno porte.

Duas importantes unidades de conservação – o Parque Nacional da Serra do Divisor e a Reserva Extrativista Riozinho da Liberdade – também fazem parte do território do município.

Com quase 70% da população concentrada na floresta, a economia é fortemente baseada no extrativismo. Rios, florestas e lagos preservados sugerem turismo ecológico. Inserido com 6.453 quilômetros quadrados no Vale do Juruá, Porto Walter é área de estudo dos que se interessam pelas riquezas das florestas.

 

Gleilson Miranda/Secom

Agência de Notícias do Acre




Compartilhar