O Rio Branco

Hoje é 18 de Outubro de 2018

Acre

Xapuri adere ao programa Jovens Empreendedores do Sebrae no Acre

27 de Setembro de 2018 às 08:37:13

Dessa vez, as escolas de Xapuri da zona urbana e rural foram contempladas com o projeto do Sebrae

Mais um munícipio acreano ingressou no programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP. O termo de adesão entre Sebrae no Acre, a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Xapuri foi assinado no dia 21 de setembro, na escola Professora Rita Maia. Além disso, os professores que participaram do treinamento do JEPP receberam o certificado.

Cláudia Maria Santos Oliveira participa na formação de professores da escola Professora Rita Maia. Ela conta que o programa é uma experiência inovadora e que já existem alunos desenvolvendo objetos.

“O JEPP desenvolve várias habilidades no aluno, tanto profissional quanto pessoal, e pode ser associado à disciplina que está sendo trabalhada em sala de aula”, enfatiza Cláudia, lembrando que este aprendizado pode ser usado tanto na vida profissional como na vida pessoal, agora ou no futuro, diante de um mercado de trabalho a cada dia mais competitivo.

O programa

O Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos - JEPP existe há cinco anosem Rio Branco e tem como objetivo incentivar o público infanto-juvenil a trabalhar com eixos temáticos do empreendedorismo de forma lúdica, como sustentabilidade, organização financeira e economia.

Para tanto, o curso incentiva comportamentos empreendedores de forma a estimular o protagonismo juvenil e a iniciativa futura na busca de possibilidades de inserção no mundo do trabalho por meio de uma postura empreendedora ou da criação de negócios próprios. 

Estimulando a criatividade na resolução de problemas, o autoconhecimento e a importância da empatia e da percepção do outro para uma convivência social produtiva, saudável e feliz.

A culminância do projeto é a Feira dos Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP quando crianças e adolescentes irão expor e colocar em prática tudo que aprenderam durante o projeto.

A secretária municipal de Educação de Educação de Xapuri, Fernanda Abreu, informou que o programa contempla 65 professores do município. “Quero agradecer a Liane, nossa coordenadora de Ensino e aos professores que acolheram esta ideia com muito entusiasmo, como se pode notar pela frequência”, destacou Fernanda.

A secretária disse que o programa veio para somar e que tem muitas escolas da zona rural que já estão trabalhando com o projeto e fazendo com que as crianças tenham esta visão de empreendedorismo e de como podem ajudar em sua casa.

Seu pensamento acompanha a visão do prefeito Bira Vasconcelos.  “O desafio é fazer algo para o futuro de nossas crianças, porque elas são o nosso futuro”,analisou ele. Bira considera que Xapuri somente terá sustentabilidade com ações que garantam renda para seus moradores. “Numa cidade pequena como esta é possível criar este espírito empreendedor, mas é preciso dar as mãos de verdade”, argumentou Bira.

A diretora-técnica do Sebrae no Acre, Sídia Gomes, afirma que o JEPP é um programa cuja dimensão não pode ser captada apenas ouvindo falar, pois está relacionada com a importância da educação como um todo. “É um programa que permite pensar o meio ambiente e a sociedade e, com tudo isso, trazendo oportunidades de geração de emprego e renda”, definiu.

SídiaGomes explicou, ainda,que o material do JEPP permite que os professores absorvam e adequem o conteúdo pedagógico, de acordo com as reais necessidades dos alunos.  “Nós estamos apostando que o futuro desse país é o empreendedorismo consciente, que pode trazer qualidade de vida”.

Sídia informou que o JEPP é o programa que mais mobiliza recursos entre as ações do Sebrae. No início, o programa envolveu os municípios de Jordão, Capixaba e Vila Campina/Plácido de Castro. No começo deste ano foi somada a cidade de Epitaciolândia. No último dia 05/07 foi assinado o Termo de Adesão para a inserção do projeto nas escolas municipais de Brasiléia.

Neste ano o programa está sendo executado nos municípios de Rio Branco, Xapuri, Sena Madureira, Manoel Urbano, Epitaciolândia, Brasiléia e Capixabaem aproximadamente 30 escolas, 390 professores e 12 mil alunos.

 

ASSESSORIA




Compartilhar