No interior do AC, prefeitura abre mais de 60 vagas para programas federais e Secretaria de Educação

Vagas são destinadas para Caps e Nafs, além da Secretaria de Educação de Epitaciolândia. Prefeitura diz que programas funcionavam, mas contratações eram irregulares.

O Diário Oficial do Estado (DOU)desta segunda-feira (25) divulgou o decreto assinado pelo prefeito de Epitaciolândia, João Sebastião Flores, que autoriza uma seleção para contratar servidores de forma emergencial para ocupar vagas nos programas federais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e Centro de Atenção Psicossocial (Caps), além da Secretaria de Educação.

Há vagas para médicos, psicólogo, artesão e vigia, além de nutricionista e fisioterapeuta. A lista completa pode ser acessada a partir da página 39 do DOU.

A contratação será pelo período de um ano, podendo ser renovada por até dois anos. Os salários variam de R$ 998 a R$ 5.870. Os coordenadores dos programas devem ser escolhidos pelo chefe do Executivo e as despesas são cobertas por repasses federais através do Ministério da Saúde.

O prefeito, mais conhecido como Tião Flores, explica que os programas já existiam na cidade, mas os servidores foram contratados de forma irregular. O decreto da contratação emergencial, de acordo com ele, é uma forma de regularizar o quadro efetivo.

“Nós fizemos um acordo com o Tribunal de Contas e Ministério Público para tirar todo mundo, todos os funcionários que estavam irregulares da prefeitura. Então, a gente vai fazer esse concurso de forma temporária”, explica.

Todo o certame deve ser conduzido pela Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária no Acre (Fundape).

Educação

Para a Secretaria de Educação na cidade, foram disponibilizadas 44 vagas, que incluem cuidador de creche e cuidador maternal, além de professor e pedagogo.

“Na Educação é a mesma coisa. As aulas iam começar e temos um deficit de profissionais. Então, o edital deve sair ainda essa semana com todos os detalhes. Tudo será divulgado de forma transparente”, afirma o prefeito.

 

 

G1ACRE