O Rio Branco

Hoje é 18 de Dezembro de 2018

Acre

Empresário Carlos Sasai morre no Hospital das Clínicas

24 de Junho de 2016 às 12:21:53

Faleceu na manhã desta sexta-feira (24) o empresário Carlos Sasai, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas (HC) em Rio Branco. foi internado com pneumonia e morreu após uma complicação devida uma infecção.

Carlos Takashi Sasi, morreu com 64 anos e era natural de São Paulo, formou-se em engenharia civil e veio para o Acre, onde exerceu a função de diretor tesoureiro da FIEAC. Em 2009, presidiu também o Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae e em 2011 se tornou presidente da FIEAC.

Antes de contrair a pneumonia, Carlos Sasai estava em tratamento domiciliar desde dezembro de 2014, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), durante uma reunião com o Governador Tião Viana na Casa Civil. Ele passou por procedimento cirúrgico no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB) e em janeiro, após uma complicação foi transferido em uma UTI aérea para o Estado de São Paulo para tratamento.

Ele só retornou para o Acre em novembro de 2015 e ficou sobre tratamento em casa, ao lado da família.

A FIEAC emitiu nota de pesar

A Federação das Indústrias do Estado do Acre está de luto. Diretoria, executivos, colaboradores, todos consternados pelo duro golpe sofrido na manhã desta sexta-feira, 24 de junho. Não estávamos preparados para nos despedir de Carlos Takashi Sasai. Nunca estaremos preparados para dizer adeus àqueles que amamos, respeitamos e consideramos. A falta que nosso companheiro nos fará será imensa. Mais do que uma grande liderança em nosso meio e no nosso estado, ele foi uma figura sempre sensata. Sempre afável. Sempre acolhedora. Não será nada fácil seguir sem nosso amigo. Foi ele que, por 17 anos, conduziu com maestria o setor da construção civil, pois seu compromisso com o desenvolvimento do estado e da economia sempre esteve à frente de seus interesses pessoais. Foi ele que, ao assumir a presidência da FIEAC, em 2011, investiu em educação profissional, pesquisa aplicada e prospecção de mercado. Foi ele que, por mais que as dificuldades fossem grandes, não mediu esforços para levar os serviços do Sistema FIEAC aonde fosse preciso, qualificando mão-deobra pelo interior, semeando a esperança de uma vida melhor em seus corações, por meio do Projeto de Interiorização das Ações do Sistema, que beneficiou milhares de pessoas por onde passou. Por sua brilhante atuação em todas as áreas que se dedicava, este paulista, nascido em Santo André, engenheiro por formação e vocação, chegou, também, ao cargo de presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Acre, em 2009. Para ele, assumir mais esse desafio foi uma verdadeira honra, uma vez que a entidade tem a mesma missão que sempre o motivou: promover o desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas acreanas. Foi, ainda, sob sua gestão, que a FIEAC foi a principal parceira do Governo do Estado no desenvolvimento de projetos de suma importância para o aquecimento da economia. Não foi por acaso que o elegemos por unanimidade. Sua chapa, à época da eleição, chamava-se "Consensual", pois, com Carlos Sasai, sempre concordamos. Menos com sua repentina partida. A DIRETORIA 




Compartilhar