O Rio Branco

Hoje é 19 de Outubro de 2018

Acre

Com rede de água, Tião Viana eleva qualidade de vida em comunidades rurais do Juruá

22 de Dezembro de 2017 às 08:37:19

Com uma política pública de construção da dignidade e melhoria da saúde pública da população, o governador Tião Viana realizou a entrega de sistemas de abastecimento de água para duas comunidades rurais do Juruá.

A Aldeia Barão, do povo Puyanawa, em Mâncio Lima, e o Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) do Croa, em Cruzeiro do Sul, passaram a ter uma nova realidade a partir desta quarta-feira, 20. Um investimento de R$ 529 mil garantiu a construção de rede de água potável para 127 famílias nas duas localidades.

A ação faz parte do grande projeto da gestão de Tião Viana de garantir saneamento ambiental em todas as localidades do estado, seja urbana ou rural. "Quando você dá água tratada para uma comunidade, a mortalidade das crianças já cai para a metade em quatro anos", disse o governador.

O programa Água para Todos consiste na construção de poços, instalação de bombas e caixas d'água, coletas periódicas e orientação do uso racional dos recursos hídricos à sociedade.

Para Tião Viana, após o passo dado pelo governo em fortalecer a saúde com essa ação, cada comunidades precisa se organizar e preparar seus planos de futuro para uma economia sustentável, que garanta renda para as famílias e continue a conservação da natureza.

"Temos que pensar como essa comunidade vai se tornar mais próspera e mais feliz. O caminho é a organização comunitária, seja por cooperativa, sindicato ou associação. Cabem o mel, o abacaxi, o abacate, a graviola, a acerola, o açaí e mesmo a castanheira. Temos uma longa caminhada pela frente, sei que com espiritualidade, com cultura e arte, o amanhã pode ser muito melhor para nós", declarou o governador.

Identidade cultural com os puyanawa

O encontro com o povo puyanawa, na Aldeia Barão, foi um momento de celebração da cultura e da relação do governo do Estado com os povos indígenas do Acre.

O abastecimento de água para as 65 famílias da comunidade foi uma etapa importante da atenção do governo com esse povo, que recebe também apoio para a produção sustentável com fruticultura, em um investimento de R$ 796 mil.

"É uma felicidade poder receber água tratada. Isso transmite uma felicidade para o povo, mostrando o compromisso político do governo com a comunidade. A água vai dar prosperidade à vida e à saúde do meu povo", afirma cacique Joel Ferreira Puyanawa.

Na aldeia é possível perceber o orgulho de cada morador em celebrar a identidade cultural de seu povo. As cores nas artes corporais e nos adereços são símbolos do fortalecimento dos puyanawas, um povo que sofreu bastante com "correrias" (perseguição e morte) e o trabalho escravo para exploração do látex da seringueira.

"Imagine um país que não tivesse sua cultura, vai perder a espiritualidade e a vontade de viver. Hoje não é só a entrega de água, o significado é ainda maior que isso. Nestes 20 anos, vocês [governo do Acre] aprenderam junto com a gente, e nós aprendemos com vocês. Essa aliança entre governo e os povos indígenas deu liberdade para que a gente pudesse estudar", afirmou Puwe, que hoje é formado no ensino superior.

A água espelhada do Croa

Ao subir o Rio Croa, em Cruzeiro do Sul, a imagem das águas escuras que espelham o céu, junto às casas coloridas e à exuberante floresta, encanta. A comunidade do Rio Croa tem cerca de 60 famílias e fica a pouco mais de 10 km do centro da cidade, possui ainda alguns grupos religiosos ayahuasqueiros e um grupo de artesanato.

"O Croa é um lugar que eu rejeitei antes e hoje eu amo e não quero sair mais", definiu a artesã Francisca Nazaré de Souza. A moradora falou também da importância que é ter água tratada para as famílias ao longo do rio. "Para mim foi um choque quando cheguei aqui e tive que consumir somente a água do rio. Hoje, para onde olho tem um poço com água melhor. Não existe nada que venha tirar esse prazer da gente de viver aqui, hoje temos água potável e energia, que tem um preço incalculável", declarou.

O programa Água para Todos é executado pelo Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa). O diretor-presidente do órgão, Edvaldo Magalhães, falou da importância desse trabalho em todo o estado. "Esse é um desafio de levar dignidade e saúde pública para as comunidades longe dos centros das cidades. É um programa que estende a mão para locais que mais sofrem no desenvolvimento", afirmou.

O Rio Croa é um espelho da história do Acre, passou da exploração da borracha para a criação de gado. Em seguida começou a se gerir e optar pela preservação ambiental em busca de um bem-estar convivendo com a floresta em pé. Atualmente a base da economia é a agricultura familiar, além da experiência com o turismo em algumas das casas.

 

Agência




Compartilhar