O Rio Branco

Hoje é 24 de Abril de 2016

Acre

Presídio nega princípio de motim e explica motivo de suspensão de visitas

16 de Dezembro de 2016 às 08:21:13

Após a manifestação de algumas esposas de detentos na frente da Unidade Prisional Manoel Nery da Silva em Cruzeiro do Sul, na tarde de quarta-feira (14), as famílias acreditavam em um princípio de motim na unidade, mas nesta manhã de quinta-feira (15) o coordenador de segurança do local , Aslan Barbosa, explicou que o fato ocorreu devido algumas revistas de segurança nas celas.

Segundo ele, alguns detentos subtraíram equipamentos de segurança do presídio. Os agentes suspenderam a visita íntima para tentar identificar os presidiários responsáveis pelo fato. Por meio de uma vistoria em algumas celas foram identificados cinco detentos responsáveis por subtrair os objetos.

“Por volta das 10h a equipe de serviço constatou que alguns equipamentos de segurança foram subtraídos pelos presos. Pedimos o apoio da Polícia Militar. A busca foi feita nos prédios para responsabilizar as pessoas envolvidas. As visitas foram canceladas para preservar a vida dos internos, dos familiares e dos agentes de segurança. A visita íntima é uma regalia que pode ser suspensa, e ontem foi para resguardar as vidas”, explicou.

Com informações de Alexandre Gomes




Compartilhar