O Rio Branco

Hoje é 14 de Novembro de 2018

Acre

Depasa adota novas medidas de contingência no sistema de abastecimento do Bujari

07 de Julho de 2018 às 10:27:56

Com o início do período de estiagem, o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) adota novas medidas de contingência para garantir o fluxo de distribuição de água para a cidade de Bujari, que fica localizada a 22 quilômetros de Rio Branco, na BR-364, sentido Juruá, e conta com 9.500 habitantes.

No ano passado, o município enfrentou graves consequências do segundo pior ciclo de seca em décadas, de acordo com os órgãos ambientais do Acre, que provocaram a redução drástica nos níveis de rios e mananciais como exemplo, o Igarapé Redenção, que abastece oreservatório do município do Bujari.

Como forma de evitar o desabastecimento repentino aos consumidores, a autarquia iniciará na próxima segunda-feira, 9, uma redução nos processo de distribuição de água tratada.

“Cotidianamente monitoramos o nosso açude que fica interligado ao Igarapé Redenção. Na última quinta-feira, detectamos que o manancial diminuiu consideravelmente o nível de água que alimenta o nosso reservatório. Então, para mantermos uma segurança na etapa de abastecimento, aplicaremos uma distribuição intermitente, que normalmente é de 1 dia passará para 2”, relata o diretor de operações do Depasa, David Bussons.

O gestor ressalva que no inicio do ano, a barragem do Igarapé Redenção, foram aumentadas em 50 centímetros para que o reservatório tivesse capacidade de captar mais água da chuva.

“Outras medidas que adotaremos na cidade contarão com o suporte de agentes técnicos do Depasa na intensificação da campanha “Nós Contra o Desperdício”, com ações educativas em prol do uso racional da água, além de reforçarem os reparos nas redes de abastecimento dos consumidores”, informa Bussons.

Seca de 2017

A estiagem do corrente ano agravou as dificuldades no processo de captação de água, pois oaçude da Estação de Água (ETA) diminuiu de 5 metros para 30 centímetros em seu ponto mais profundo e consequentemente provocou a implantação de medidas de racionamento na cidade.

Bujari foi uma das regiões onde foi decretada situação de emergência por causa da estiagem. A publicação consta na edição do Diário Oficial do Estado do Acre (DOE) e foi decretada pelo governador Tião Viana no dia 25 de agosto. Para superar os desafios garantir o fluxo de abastecimento de Bujari, a autarquia recebeu o auxílio de carros-pipa para atender as mais de 1.500 ligações domiciliares na área urbana.




Compartilhar