O Rio Branco

Hoje é 15 de Julho de 2018

Acre

Tião Viana anuncia retomada das obras do Hospital de Brasileia

05 de Julho de 2018 às 09:48:15

Após vencer entraves burocráticos, o governador Tião Viana anunciou nesta quarta-feira, 4, a retomada das obras do Hospital de Brasileia. Ele anunciou ainda a entrega da primeira etapa até agosto, passando os serviços do Hospital Raimundo Chaar para a nova unidade.

Tião Viana visitou as instalações que já estão 90% concluídas e pontuou a extensão da unidade hospitalar, que tem mais de 12 mil metros quadrados e atenderá uma população de mais de 100 mil na região do Alto Acre, incluindo pacientes dos países Peru e Bolívia.

“A decisão de governo é que vamos entregar a primeira etapa do hospital com laboratório, raio-x, ultrassonografia, tomografia computadorizada, unidade de apoio à doente crítico. Estamos falando de um hospital completamente atual e de grande modernidade, com muita capacidade de fazer humanização, dar amor para as pessoas e um atendimento muito digno”, declarou o governador.

O novo hospital vai disponibilizar 42 leitos, sendo 7 leitos cirúrgicos, 12 leitos clínicos, 11 leitos obstétricos, 3 leitos de pneumologia sanitária e 9 leitos pediátricos. O investimento é de mais de R$ 70 milhões. A partir da próxima semana, as obras terão três turnos de trabalho, com até 150 funcionários. Insumos e equipamentos já estão a caminho de Brasileia.

A deputada estadual Leila Galvão e a prefeita de Brasileia Fernanda Hassem acompanharam a visita. “A gente sabe do compromisso do governador Tião Viana, que desde o início de seu governo visualizou a necessidade de implantar um hospital dessa magnitude na região”, falou Leila Galvão.

Fernanda Hassem falou da importância dessa unidade hospitalar para toda a Região do Alto Acre. “É a concretização de um sonho para nossa região, Brasileia se sente muito privilegiada e honrada com esse investimento. Quero fazer o reconhecimento ao governador Tião Viana pela dedicação que tem feito, mesmo diante de todas as dificuldades que nós tivemos junto ao governo federal”, afirmou.

 

 

Agência




Compartilhar