O Rio Branco

Hoje é 24 de Novembro de 2017

Acre

Carros-pipa auxiliam a distribuição de água em Porto Acre

04 de Novembro de 2017 às 13:22:35

O fluxo de abastecimento de água das cidades de Rio Branco, Brasileia, Bujari e Porto Acre recebem o apoio de 13 caminhões-pipa, articulados pela Defesa Civil Estadual com o Ministério da Integração após publicação do decreto de situação de emergência assinado em agosto pelo governador Tião Viana.

Os efeitos da atual estiagem continuam a impactar os quatro municípios, mesmo com o início do período de chuvas. Um dos exemplos é o caso de Porto Acre, onde parte da comunidade residente na área rural convive com o nível reduzido dos poços domiciliares.

Como forma de garantir o acesso à água potável para essa população, o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa),  utiliza um caminhão-pipa para  atender as demandas emergenciais.

“Uma equipe técnica detecta pontos críticos de água da cidade e posteriormente encaminha o veículo para atender os moradores que enfrentam dificuldades de abastecimento causadas pela seca em seus reservatórios”, destaca o diretor-presidente do Depasa, Edvaldo Magalhães.

O alcance deste serviço tem a perspectiva de atender mais de mil famílias, tanto em Porto Acre, quanto nas Vilas do Incra e do V, além de reforçar a distribuição de água tratada em espaços públicos como escolas e postos de saúde.

“O auxilio do carro-pipa ocorre todos os dias, de modo intercalado entre as comunidades. Como a demanda é grande e algum consumidor necessite desse atendimento, ele pode entrar em contato por meio dos números telefônicos 3262-1029 e 99978-2311”, informa o gerente do Depasa em Porto Acre, Raimundo Chaves.

Francilene de Oliveira, moradora do Loteamento Garrincha, comenta que após a vistoria da equipe do Depasa, ela organizou todos os baldes, limpou a caixa d’água para receber o abastecimento do caminhão-pipa.

 “Os afazeres de casa, principalmente os cuidados com as crianças pequenas estavam prejudicados, pois o açude de onde pegamos água está quase seco. Porém, essa ajuda chegou na hora certa e estamos enchendo tudo usando essa água sem deixar desperdiçar nenhuma gota”, disse.




Compartilhar