Explosão causa mortes no Hospital do Juruá

A explosão de um compreensor de um ar-condicionado causou a morte de dois funcionários dentro do Hospital do Juruá, na manhã desta sexta-feira (4). Marcelo Silva e Erisson Guedes mexiam no ar-condicionado quando ocorreu a explosão, Maria da Conceição, esposa de Marcelo, que também trabalha no setor ficou ferida e passa por cirurgia.

O gerente do Hospital do Juruá, Marcos Lima, disse que a funcionária ficou gravemente ferida.

“Lamentavelmente houve esse acidente no manuseio de um equipamento de ar-condicionado e infelizmente esses dois funcionários vieram a óbito e um terceiro ficou gravemente ferido e se encontra em cirurgia, mas a principio está estável”, disse.

Lima afirmou que a perícia sobre o ocorrido já foi solicitada e que se aguarda os resultados. “Quero esclarecer que a perícia foi acionada para apurar o que aconteceu e lamentamos profundamente o que aconteceu, estamos todos em estado de choque”, afirmou.

O gerente afirmou que o acidente aconteceu em uma área especifica e não apresenta risco nem para os funcionários e nem para os pacientes que se encontram no hospital. “Esse acidente não ocorreu na central de oxigênio e os pacientes e funcionários estão seguros”, disse.

Em virtude do acidente, os atendimentos ambulatoriais foram canceladas na tarde desta sexta-feira (4).

O Governo do Acre afirmou em nota que abriu um procedimento administrativo para apurar as causas do acidente.

 

NOTA DE SOLIDARIEDADE

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, vem a público se solidarizar com os familiares das vítimas do acidente, ocorrido no Hospital do Juruá, bem como oferecer a assistência necessária aos demais funcionários e colaboradores da saúde daquela unidade, ainda profundamente abalados com o ocorrido. A Secretaria de Saúde informa ainda que as autoridades competentes já instauraram procedimento investigativo para apurar as causas do ocorrido e as responsabilidades subsequentes.

Secretaria de Comunicação do Estado do Acre