O Rio Branco

Hoje é 17 de Agosto de 2017

Acre

Trabalhadores rurais de Brasileia comemoram parcerias com o governo

02 de Maio de 2017 às 08:47:21

Em evento organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasileia, neste 1º de maio, Dia do Trabalhador, a classe comemorou avanços e parcerias com o governo do Estado. A vila que fica no KM 26 da BR-317 ficou cheia de seringueiros, agricultores e autoridades, que lembraram as lutas pelos direitos adquiridos durante todos esses anos.

Na oportunidade, 93 famílias seringueiras da Reserva Extrativista Chico Mendes receberam os kits sangria, para realizar o corte da seringueira, pois a safra de extração do látex está iniciando. Composto por bicas e tigelas, o material foi entregue pela Secretaria de Agricultura Familiar (Seaprof), por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável (PDSA), após pedidos dos extrativistas da região.

Paulo Brana, diretor de Agricultura Familiar da Seaprof, explicou que as ações dentro da cadeia produtiva da borracha seguem a identidade e aptidão dos trabalhadores da floresta acreana. “As famílias que trabalham nas matas têm na borracha uma grande identidade cultural. Por isso, o governo do Estado já investiu desde 2011, cerca de R$ 15 milhões nessa cadeia que tem muito potencial econômico e social para essa gente”, afirma Brana.

Essa ideia é corroborada por quem está na linha de frente deste trabalho. José Nilson da Silva, morador da Colocação Colibri, Seringal Amapá, e um dos beneficiados exemplifica a importância de ações como essa. “Tenho 46 anos e minha vida toda foi cortar seringa. É uma coisa que faço com prazer e vontade, nunca tive preguiça de mexer com seringa”, afirma Nilson, explicando que o kit vai ajudar muito, pois ele mesmo que fabrica com peças recicladas seu material de trabalho, o que atrapalha seu rendimento.

O trabalho com a seringa vai ser ainda mais constante no estado, como lembrou Sibá Machado, titular da Secretaria de Indústria (Sedens). “Amanhã [2 de maio], mais uma indústria que beneficia o látex começará a funcionar no Acre. Em Sena Madureira, em parceria com o governo a Cooperacre [Cooperativa Central de Comercialização Extrativista do Acre] irá administrar a Fábrica de GEB [Granulado Escuro Brasileiro]”, falou para o público.

Sibá explicou ainda que a demanda por borracha seca será muito grande e o governo já está organizando a cadeia para fomentar a produção, como a realização do plantio de mais de 2.800 hectares de seringueiras até o momento. Francisca dos Santos, presidente do Sindicato, agradeceu todo o apoio que o governo tem dado. “Esses kits ajudam os seringueiros a terem mais dignidade em seu trabalho”.

Luta por direitos e serviços

O momento foi marcado também pelo forte debate sobre as lutas contra o retrocesso dos direitos dos trabalhadores, como está propondo o governo federal. O deputado federal Leo de Brito, a deputada estadual Leila Galvão e a prefeita de Brasileia Fernanda Hassem, foram enfáticos ao afirmarem a necessidade dos trabalhadores continuarem em busca de seus direitos.

Além disso, durante o evento, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf) realizou o lançamento da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa 2017 na região do Alto Acre e proferiu palestras sobre doenças vegetais.

 

 

Agência




Compartilhar