net-prf-enem_13-02-2014
 
 
 
 
You are here: Home
 
 

Novo salário mínimo de R$ 622 entrou em vigor no dia 1º de janeiro

E-mail Imprimir PDF

salario_aumento

O aumento, equivalente a 14,13%, vai injetar R$ 47 bilhões na economia brasileira.

A partir do 1º dia do ano, entra em vigor o novo salário mínimo. O valor, que antes era de R$ 545, agora é de R$ 622, um aumento de R$ 77. O novo salário corresponde a R$ 20, 73 por dia e o valor pago pela hora de trabalho será de R$ 2, 83.

Esse aumento, que equivale a 14, 13%, vai injetar R$ 47 bilhões na economia brasileira, de acordo com cálculos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Descontada a inflação estimada para 2011,  aumento real do salário deve ser de 9,2%.

O departamento explica, ainda, que 48 milhões de pessoas têm sua renda vinculada ao valor do salário mínimo e serão diretamente beneficiadas com o aumento. O governo, contudo, arrecadará R$ 22,9 bilhões a mais devido ao aumento de consumo causado pelo reajuste. O impacto nas contas públicas, por causa do novo salário, será de 23,9 bilhões, em 2012. A maior parte desse montante, segundo o governo federal, corresponde aos benefícios da Providência Social. Será o valor de um salário mínimo que será responsável pelo aumento de R$ 15,3 bilhões nas despesas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Infelizmente, a maioria dos acreanos, em enquete, acredita que o aumento do salário mínimo não condiz com o aumento do custo de vida. Pryscila Brasileiro, coordenadora de qualidade, acredita que o salário, apesar de melhorar a renda de muitos que precisam, ainda não vai ser o suficiente. "O salário aumenta, mas o preço dos produtos que são necessários a nossa existência, os produtos básicos, aumentam da mesma forma. Fica difícil se manter assim", explica à trabalhadora, que vive com uma renda mínima.

 


 




Veja também:


Comentar


Código de segurança
Atualizar