Colunistas

Governador sensibiliza ministro da Justiça

Governador sensibiliza ministro da Justiça a ajudar combater violência no Acre

Um encontro entre  o governador Gladson Cameli (PP)e o ministro da Justiça, Sérgio Moro, na tarde de segunda-eira, 29, rendeu a  liberação de mais de R$ 40 milhões destinados a compra de fardamentos para as polícias Civil e Militar, equipamento de comunicação e inteligência e 100 viaturas caminhonetes  Mitsubishi L-200 Sport.O governador destacou que as 100 viaturas virão direto da fábrica. “Já fizemos o pedido. A previsão de entrega é, no máximo, 60 dias”, afirmou.

Diante da onda de violência que impera no Acre, sobretudo no último final de semana, quando três pessoas foram executadas e outras cinco ficaram feridas, Gladson se mostrou sensível a situação e admitiu que o Acre só sairá dessa situação com educação, emprego e renda. “Não tenhamos dúvidas. Não é uma situação fácil. Peço que todos os acreanos se unam. Estamos fazendo a nossa parte de recuperar a o brio de nossa segurança pública com investimento pesado”, afirmou.

O governador entende que somente com a criação de emprego, renda e educação o Acre será capaz de reverter esse quadro. “Estou trabalhando diuturnamente para trazer recursos e investimentos com o objetivo de dar uma resposta a nossa sociedade”, afirmou. O governo já substitui o secretário de Segurança, o diretor de Polícia Civil. No entanto, a tão propalada “sensação de segurança” ainda não foi sentida, nem mesmo, pelos próprios líderes das forças policiais.   

Operação da PF

Polícia Federal, no Acre do Amazonas, cumpre uma série de mandados judiciais contra empresários por desvio de recursos públicos. A operação Eminência Parda ocorre simultaneamente em Rio Branco e em Manaus.

Varredura

Em Rio Branco, o alvo seria o empresário e fazendeiro Jose Lopes, que foi preso em maio por fraude. Policiais fizeram uma varredura em seu apartamento no condomínio Maison Rio Branco

Apreensões

A polícia apreendeu documentos e vários aparelhos eletrônicos. Outro apartamento, no mesmo prédio, de propriedade de um dos filhos do fazendeiro, também foi alvo da operação. A PF também esteve em uma mansão, no conjunto Village.

Merenda Escolar

Em Manaus, os federais tem como alvo o empresário Gustavo Henrique Macário Bento, responsável pela empresa G.H. Macário Bento, que fornece merenda escolar para o Estado.

R$ 32 milhões

A operação ‘Eminência Parda’ é mais uma fase da Maus Caminhos, que investiga os desvios milionários na saúde do Amazonas.  O secretário de Educação, Luiz Castro, dispensou licitação de R$ 32 milhões.

Leilão

A Feira Agropecuária não teria a mesma graça e o mesmo brilho sem os animais que são as estrelas do evento. Na segunda-feira, 29, os pecuaristas do Acre tiveram a oportunidade de participar de um dos leilões que vão ocorrer até a próxima quinta-feira.

Violência

Dados oficiais mostram que a violência continua imperando no Acre,sobretudo em Rio Branco. No primeiro semestre de 2019 foram assassinadas 168 pessoas. Os números representam uma média de quase um assassinato por dia.

Guerra de facções

Dos 168 assassinatos, 110 mortes foram na capital. Os números da própria Secretaria Estadual de Segurança mostram que mais de 70% dos homicídios foram execuções (107) ou confronto com a Polícia Militar (11).  Ou seja, a guerra de facções aterroriza os acreanos.

Audácia

Nem mesmo o carro do presidiense do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Francisco Djalma escapou da ação dos bandidos, que trocaram tiros com os policiais que fazem a segurança do magistrado. Eles queriam roubar a caminhonete do magistrado

Redução

Secretário de Segurança Pública, coronel-PM Paulo César apresenta números que, segundo ele, comprovam redução de mais de 3% do homicídios em comparação ao mesmo período de 2018. Em em Rio Branco, a redução é de 26, de primeiro de janeiro até o dia 30 de julho.

# Presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Francisco Djalma ao falar sobre o susto na noite de segunda-feira, quando assaltantes tentaram roubar uma camionete onde estavam seus seguranças, afirmou que o Estado está fazendo o que pode para combater a criminalidade. “A violência de hoje foi criada nesses últimos 20, 30 anos que a gente viu a destruição da família, a falta de emprego que são componentes da violência, agravada com a chegada das facções”, afirma.

Quanto às audiências de custódia, tão questionadas pela maioria da população, Djalma afirma que os juízes não fazem nada mais do que cumprir a lei. “Se as audiências de custódia não são interessantes e tem trazido alguns problemas, a gente reconhece que tem, mas o Poder Judiciário apenas cumpre o que está na lei. Se a lei é justa ou injusta é outra coisa. O que fazemos é cumprir com o que está determinado na lei”, diz.

PANORÂMICAS

# Prefeito e Acrelândia, Ederaldo  Caetano admite que vai trocar o PSB da prefeita de Rio branco, Socorro Neri, pelo PP do governador Gladson Cameli.

# Na verdade, Ederaldo vai apenas voltar ao partido de origem. Quando ele começou a carreira política, em 1992, era filiado ao antigo PPR, hoje PP.

# As declarações do prefeito foram dadas durante entrevista ao programa Boa Noite Rio Branco, nesta terça-feira, na TV Rio branco-SBT.

# Caetano afirma ser muito grato ao PSB e sairá de cabeça erguida, sem mágoa e sem rancor.

# Os prefeitos Bené Damasceno, de Porto Acre e João Flores, de Epitaciolândia, também deverão voltar ao PP nos próximos dias.

# Bené foi vereador em Rio Branco e deputado estadual pelo PP, mas há alguns anos filiou-se ao Pros.

# Flores também já foi eleito pelo PP, depois largou o partido e filiou-se ao PSB, sendo eleito outra vez, em 2016.

# Deputada federal Mara Rocha (PSD-AC), destaque da bancada federal do Acre, no primeiro semestre, quer manter o mesmo ritmo no segundo.

# A deputada faz atuação abrangente, sempre em defesa dos mais humildes e que precisam de apoio por parte do poder público.

# Senador Sérgio Petecão (PSD-AC), primeiro-secretário da mesa diretora do Senado, se diz assustado com a onda de violência no Acre.

# Ele admite ter medo de andar em determinados bairros da periferia de Rio Branco.  

# Um bom dia ao diretor do Depasa, Edson Bittar, leitor assíduo desta coluna.

 

Artigos Publicados