Colunistas

Chegou a hora da decisão

Antonio Muniz

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), vive momento de decisão do ponto de vista político, afinal, em outubro teremos eleição e a campanha já começou. Ela tem pouco tempo para decidir sobre política de aliança e buscar a reeleição.

A gestão de Socorro Neri é algo inquestionável. Claro que ela não resolveu e nem vai conseguir revolver todos problemas de Rio Branco, afinal, pegou o bonde andando e teve que fazer alguns ajustes na máquina pública, mas tem agido com eficiência e decência.

Socorro nem decidiu se será ou não candidata à reeleição, cumprindo o que falou ao tomar posse, em abril de 2018, que só falaria em sucessão a parir de janeiro deste ano. “Eu não misturo gestão pública, com ação politica”, afirma a prefeita.

Mas politicamente falando, o excesso de zelo pela coisa pública acaba atrapalhando a vida de muitos políticos. Não deveria ser assim. Os aliados da prefeita percebem isso e começam a pressioná-la a tomar duas decisões: confirmar sua pré-candidatura e  montar um grupo político.

O presidente regional do PSD, senador Sérgio Petecão, tido pela prefeita como o grande amigo da Prefeitura de Rio Branco, tem dito, reiteradas vezes, que a prefeita é assediada por todos os partidos.

O assédio politico não ocorre apenas pelo bom trabalho feito por Socorre, mas sobretudo pelo seu comportamento ético e moral. “Eu goto do comportamento moral e ético da prefeita. Por isso, tenho me esforçado para ajudá-la”, afirma  Petecão.  

A prefeita tem três caminhos a seguir para conseguir sua reeleição: aliança com o PSD de Sérgio Petecão, continuar a aliança com o PT, PC do B e outros partidos da extinta Frente Popular ou montar uma aliança alternativa sem Petecão, PT e PC do B. 

Portanto, ao ensaiar candidatura, o PT estaria a pressionar a prefeita a tomar a decisão e montar o quanto antes uma aliança com o que restou da Frente Popular do Acre. A direção nacional do PT recomenda lançamento de candidatura própria, mas os petistas acreanos estariam indecisos.

Cientes de que não terão apoio da´refeita e tampouco do governador, tanto o e-senador Jorge Viana, quanto o ex-deputado federal Raimundo Angelim, que também já foram prefeitos, estariam dispostos a encarar o desafio.

Por isso, o caminho foi aberto para o deputado Daniel Zeen, uma das novas liderança petistas. Apesar de ser um defensor da reeleição de Socorro Neri, tendo um petista como candidato a vice, Zeen estaria disposto a encarar o desafio, mesmo sabendo que as condições são adversas.

Nada a perder

Deputado Daniel Zen(PT) nada tem a perder. Se não obtiver êxito na disputa pela Prefeitura de rio Branco, algo mais provável, terá ainda dois anos de mandato na Aleac e com reais chances de buscar a reeleição.

Escabreados

Ex-senador Jorge Viana e ex-deputado federal Raimundo Angelim está escabreados. Por isso, nenhum encara o desafio de ser candidato à Prefeitura de Rio Branco.

Diferente

Em 1992, quando foi eleito prefeito, Jorge Viana tenha em seu favor a perspectiva da  população que sonava por mudança e bons financiadores da campanha. Além é claro, o desgaste de seus adversários. Hoje, o quadro é bem diferente.

Tranquilo e favorável

Quando Raimundo Angelim foi candidato a prefeito em 2004, o PT sofria pouquinho desgaste e sua candidatura tina a bênção do governo estadual, comendado por Jorge Viana e o tremendo desgaste da oposição com a saída de Flaviano Melo da prefeitura.

Facilidade

Em 2008, quando disputa a reeleição, foi mais fácil do que empurrar bêbado em ladeira. Usando a maquina municipal, Angelim teve apoio incondicional do então governador Binho Marques.  

Reunião

Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) sediou na manhã de sábado (11) uma reunião para tratar sobre o decreto número 4.730 publicado pelo governo do Acre, regulamentando o ponto eletrônico. A regra foi publicada no dia 4 em dezembro de 2019.

Carta aberta

De acordo com os médicos presentes na reunião, o decreto deve ser mais bem discutido, levando em conta as especificidades médicas. Durante o debate, os participantes instituíram o movimento “Médicos pela População” e escreveram uma carta aberta aos gestores e à população.

Discussão

Presidente do Sindmed-AC, Murilo Batista, defende ampla discussão doo assunto com o governo. Segundo ele, a profissão me´dica não exige quantidade, mas sim qualidade.

Comissão

O médico Fernando de Assis sugeriu a formação de uma comissão para debater melhorias na saúde e torne claro à gestão que o problema não se trata apenas de ponto eletrônico, e, sim outras questões.

Realidades diferentes

“Não somos contra. É lei, mas precisamos de condições. O que questionamos é como isso vai ser feito, pois o Pronto Socorro possui uma realidade, a UPA outra e a Fundação Hospitalar outra”, afirma Fernando.

# Na  primeira edição do programa “Fale com o Governador”, em 2020, na manhã desta segunda-feira, na rádio Aldeia FM, Gladson Cameli (PP) voltou a afirmar que, se depender do governo, o Complexo Peixes da Amazônia será vendido e repassado à iniciativa provada.

A gestão equivocada da empresa, no governo anterior, levou  a organização à falência. Em dezembro do ano passado, a empresa fechou as portas e voltará a funcionar com investimentos. O governo, o acionista majoritário, não interesse nesse sentido.

“Estou até acendendo uma vela para quem quiser investir, vir e levar ela (empresa Peixes da Amazônia)”, afirmou o governador. Ele afirmou que a grande política de seu governo voltada ao agronegócio é o abrandamento dos trâmites burocráticos para os empresários que queiram investir no estado. “Acabar com a burocracia e deixar trabalhar quem quer trabalhar”, acrescentou.

PANORÂMICAS

# A disputa pela Sindicato dos Jornalistas do Acre saiu das urnas para as barras da Justiça.

# A capa derrotada, apoiada pelo ex-presidente ingressou na Justiça para anular alguns votos.

# os votos em questão foram computados à chapa vencedora liderada pelo jornalista airo Barbosa.

# Tratam-se de votos via whatsapp que foram acordados com anuência da Comissão Eleitoral

# Claro e evidente que não vai resultar em nada. A Justiça não vai mudar o resultar da eleição.

# A chapa derrotada quer apenas fazer barulho, na mais.

# Por isso, aposse da nova diretoria, eleita democraticamente, deve ocorrer ainda este mês.

# Deputado Roberto Duarte pode ter apoio do senador Sérgio Petecão (PSD) na disputa pela Prefeitura de Rio Branco.

# O deputado conseguiu envolver a velha guarda do MDB e agitar a militância ovem do partido.

# Um bom dia ao secretário de Saúde, doutor Alysson Bestene, leitor assíduo da coluna.

Artigos Publicados