Colunistas

Sanderson Moura entra na disputa pela Prefeitura de Rio Branco

A Filosofia surgiu na Grécia Antiga e se consolidou em Atenas, que à época havia se tornado o centro intelectual e cultural da humanidade. Por isso, a Filosofia adquiriu  característica cientifica e, ao m tempo, politica. Não por acaso, filósofos como Sócrates, Platão, Aristóteles e os Sofistas centraram boa parte de suas reflexões levando em conta as discussões antropológicas, ou seja, em torno do próprio homem, levando em conta do ponto de vista individual, normativo, existencial, social e político.

Por acreditar que filosofia e politica têm algo a ver, o professor, historiador, advogado e filósofo Sânderson Moura anunciou, neste domingo, nas redes sociais, sua pré-candidatura à Prefeitura de Rio Branco. Ele ainda não definiu o partido, mas tem convite do Podemos, Cidadania (antigo PPS) e outro, mas a direção pediu sigilo. Mas o certo é que Sanderson  será candidato a prefeito. Acreano de Tarauacá, Sanderson projetou-se nos movimentos estudantis da Universidade Federal do Acre (Ufac), quando era estudante de História e  militava em partidos de esquerda.

Em 2000, o já professor Sanderson  Moura rompeu com os partidos de esquerda e apoiou a candidatura de Flaviano Melo (MDB) à Prefeitura de Rio Branco. Depois entrou na luta sindical e filiou-se ao PSDB, partido no qual pretendia ser candidato a cargo majoritário, mas depois mudou de ideia e passou a fazer Direito. Advogado á mais de 15 anos, especialista na área criminal, Sanderson sente-se devidamente capacitado para comandar a Prefeitura de Capital

“Preparem-se para os debates! Serei o pré-candidato mais progressista de todos eles. Filosofia, ciência, educação, justiça social, meio ambiente saudável, ruas bonitas, arte, belas-letras, música, esportes, cultura, liberdade, oportunidades, bem-estar e beleza na pólis; Rio Branco viverá sua era iluminista”, postou o pré-candidato, neste domingo, em sua página, no facebook.

De volta à Sefaz

Dez após pedir demissão, a secretária de Fazenda, Semírames Dias volta à Sefaz. O retorno dela foi informado na tarde deste domingo, 8, pelo governador Gladson Cameli e confirmado pela secretária.

Na mira do MPAC

Deputado estadual Gerlen Diniz (PP) é alvo de investigação por supostamente vender lotes de terra irregular, em Sena Madureira. A informação consta num despacho publicado na edição desta segunda-feira, 9, no Diário Eletrônico do MPAC.

Virou inquérito

O procedimento expirou seu prazo de conclusão, já tendo sido prorrogado por 90 dias como dispõem o art. 25, §2º da Resolução 028/2012, do Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre. O deputado agora é alvo de inquérito civil.

Diligências

Promotor substituto Daisson Gomes , responsável pelo caso, afirma no documento que serão feitas diligências para apuração dos fatos e que uma portaria deverá ser expedida nos próximos dias.

Zen dedurou

Gerlen Diniz afirma que o caso trata-se de uma denúncia antiga feita na Tribuna da Assembleia Legislativa, na legislatura passada, pelo então deputado Daniel Zen (PT), então líder do governo do PT na época.

O outro lado

“Os lotes são meus na zona rural de Sena madureira. Eu não tenho nada a esconder. Vendi alguns e como teve alguns problemas, suspendi as vendas por causa de problemas com Eletroacre na época, para instalação de energia elétrica. mas não existe irregularidade no lote por ser na zona rural”.

Acampamento

Servidores da Educação do Estado acamparam na manhã desta segunda-feira, na sede do órgão, na rua Rio Grande do Sul. A pauta de reinvocação da categoria foi apresentada e,a pesar de  uma nova rodada de negociação, na quinta-feira, o governo não apresentou outra proposta.

Reivindicações

A presidente do Sinteac, professora Rosana Nascimento afirma que a categoria reivindica  reajuste salarial de, pelo menos, 12,99%, em parcela única no começo do ano (em janeiro de 2020)”.

Avanço

Ainda segundo Rosana Nascimento,  não é somente a incorporação da VDP, pois é um recurso da categoria. “As reivindicações ainda não foram atendidas pela equipe do governo. Queremos fechar os pontos pendentes e avançar nas negociações”, disse o sindicato.

Motivo do manifesto

A convocatória do movimento sindical se deu por conta do não pagamento do prêmio de Valorização de Desempenho Profissional (VDP) dos professores provisórios. Alguns professores do quadro efetivo também não receberam o referido benefício.

Prometeu e não fez

O Sinteac destaca que durante encontro com o secretário estadual de Educação, professor Mauro Cruz, ele chegou a confirmar o pagamento do VDP dos professores provisórios. O governador também prometeu pagar, tanto aos efetivos, quanto aos provisórios.

Greve na Saúde

Servidores da Secretaria de Saúde entram em greve a partir de hoje, por tempo indeterminado.  A paralisação foi deliberada no início da semana passada, em assembleia geral da categoria. O governador viajou a Alemanha e só volta na próxima semana.

#  Dos oito Deputados Federais do Acre, apenas a deputada federal Mara Rocha (PSDB-AC), votou contrário à matéria que abre possibilidade de Fundo Eleitoral.O projeto deixa indefinido o valor das emendas que irá compor o fundo – determinado pela Lei Orçamentária Anual (LOA) –, abrindo brecha para aumentar dos atuais 30% e deixando a cargo da Comissão Mista de Orçamento definir o valor na LOA.

“Votei contra o projeto por entendê-lo cheio de equívocos. Na redação aprovada, além da possibilidade de aumento do Fundo, as multas aplicadas aos partidos por irregularidades e prestação de contas serão limitadas a 50% dos repasses mensais à sigla, e isso é um retrocesso”, afirmou Mara Rocha.

A parlamentar informou que o Projeto aprovado ainda cria novos custos indiretos, pois permitirá a volta do programa partidário no rádio e na TV, extinto em 2017 para criação do fundo eleitoral.

Foram 263 votos a favor e 144 contra, e mesmo com os constantes cortes anunciados pelo governo federal, os recursos para campanhas eleitorais devem aumentar, para além dos R$ 2,5 bilhões, a ser corrigidos, anunciados pelo Ministério da Economia.

PANORÂMICAS

# Portaria publicada, nesta segunda-feira, 9, uma assinada pelo delegado-geral da Polícia Civil, José Henrique Maciel Ferreira, volta  alevantar suspeitas spbre a conduta do e-secretário de Polícia Civil, delegado Rêmolo Diniz.

# A Corregedoria do órgão encaminhou  Inquérito Policial no qual indiciou o também delegado Rêmulo Diniz,  por suposto cometimento do de peculato.

# O delegado teria se apropriado, indevidamente, de recursos financeiros apreendidos nos autos do inquérito policial de nº 66/2017-DHPP.

# O peculato teria sido praticado em 24 de agosto de 2017. Os valores não foram revelados.

# No início do novo governo, quando era secretário de Polícia Civil, Diniz foi acusado de envolvimento com uma organização criminosa.

# Prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP) acaba de instituir um novo feriado municipal: 27 de setembro.

# O feriado será em comemoração ao Dia da Marcha Para Jesus.

# Potanto, a partir deste ano, os cruzeirense de nascimento ou por opção terão dois feriados seguidos:  27 de setembro, Marcha Para Jesus e no dia seguinte, a festa em comemoração ao aniversário da cidade.

# A Prefeitura de Crueiro do Sul  definirá, anualmente, em seu orçamento, os recursos financeiros de custeio para apoiar a realização do novenário de Nossa Senhora da Glória e a Marcha para Jesus.

# O que está a ocorrer no Hospital de Saúde de Mental do Acre (Hosmac) é uma prova de que falta gestão na Sesacre.

# Um bom dia ao prefeito de Porto Acre, Bené Damsceno (Pros), que promoveu, no último final de semana, o tradicional Festival da Melancia.

Artigos Publicados