Colunistas

Acre pode ser contemplado pelo Plano Nacional de Segurança

A partilha dos recursos do  Fundo Nacional de Segurança Pública vai obedecer alguns critérios,entre os quais o índice de violência de cada Estado. Por isso, o Acre deverá ser contemplado com recursos importantes.  O governo federal definiu que Estados que registraram maior incidência criminal em 2016 e 2017 receberão 40% dos recursos - que pode ser o caso do Acre, que também partilhará de mais recursos, uma vez que está situado em região de fronteira internacional.

Pelo sistema de cálculo estabelecido pelo Ministério da Segurança Pública, onze estados brasileiros fronteiriços - Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia e Roraima - dividirão, entre si, 10% do valor total do fundo. O valor que cada um destes estados receberá levará em conta a quantidade de armas e de drogas apreendidas, e também o número de municípios mais vulneráveis.

Instituído em 2001, no fim do segundo mandato do Presidente Fernando Henrique Cardoso, o Fundo Nacional de Segurança Pública, tem por objetivo garantir liberação de recursos destinados à projetos, atividades e ações nas áreas de segurança pública e de prevenção e combate à violência, observadas as diretrizes do Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. O plano foi incrementado no primeiro mandato do Presidente Lula, mas depois sofreu cortes.O presidente Jair Bolsonaro quer fortalecer o referido plano.

Mudança

Mundana no comando da Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Rio Branco. A jornalista Socorro Neri, que assumiu o cargo no início do ano passado, confirmou sua saída.  A prefeita Socorro Neri (PSB) ainda não definiu o me novo assessor.

Garantia

Presidente do TRF 1ª Região, Carlos Moreira Alves, garantiu, nesta nessa terá-feria, 27, em Brasília,  que irá dá prioridade pela apreciação do processo que trata da anulação do reajuste de 21% na tarifa de energia elétrica no Acre.

Defensores e políticos

A garantia ao magistrado oi dada ao defensor público estadual, Celso Araújo e ao defensor público federal-chefe, Matheus Nascimento e os deputados estaduais e federais do Acre.

Anulação

A justiça federal já determinou a anulação do reajuste, em junho deste ano, mas devido a uma suspensão de liminar outorgada pelo TRF da 1ª Região (TRF1) impediu que a sentença tenha efeito prático e imediato.

Em dezembro

Os consumidores de energia elétrica no Acre ainda esperam que a sentença entre em vigor. A anulação do reajuste foi proposto por meio de ação civil pública ajuizada pela Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE-AC) e a Defensoria Pública da União no Acre (DPU-AC), em dezembro de 2018.

Deputados

Participaram da reunião também os federais Alan Rick (DEM) e Manuel Marcos (PRB-AC) e os estaduais Jenilson Leite (PCdoB), Cadmiel Bonfim (PSDB), Daniel Zen (PT), Chico Viga (PHS) e Roberto Duarte (MDB), membros da CPI da Energia.

Mais emprego

Edital publicado nesta segunda-feira, 12, no Diário Oficial do Estado (DOE) abre processo seletivo simplificado para contratação temporária de profissionais ao Departamento de Pavimentação e Saneamento (Depasa).

Até 9 de setembro

Segundo a Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, são 490 vagas disponíveis a todos os municípios do Acre. As inscrições começam nesta terça-feira, dia 13, e seguem até o dia 9 de setembro, realizadas através dowww.ibade.org.br.

Capital e interior

As provas poderão ser realizadas em Brasileia, Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Tarauacá.

Fundamental e superior

As vagas são para nível fundamental e superior, com salários que variam entre R$ 1.000,00 até R$ 6.824,40. As inscrições custam R$ 33,00 (nível fundamental) e R$ 57,00 (nível superior).

# Diretor-geral da Rádio Difusora Acreana ((RDA(, jornalista e radialista Raimundo Fernandes, em entrevista ao programa Boa Note Rio Branco, nesta terça-eia, 27, na TV Rio Branco-SBT, afirmou que o meio de comunicação mais antigo do Acre ganhou vários presentes no transcurso dos 75 anos de fundação.

 Fernandes destacou que um dos presentes foi a  aquisição de um novo transmissor que dará mais qualidade e potência ao som. A rádio terá nospróximos dias um anexo, onde funcionava a biblioteca do Tribunal de Justiça, espaço conquistado pelo vice-governador Wherles Rocha (PSDB)governo.

As obras de ampliações e adaptações serão executadas com R$ 300 mil reais conquistados por meio de emenda apresentada pelo deputada federal Mara Rocha (PSDB-AC).

Na segunda-feria, em sessão solene na Aleac, o governador Gladson Cameli  (PP) garantiu que o tão sonhado PCCR dos servidores da RDA será enfim implantado .

PANORÂMICAS

# Membros do grupo de assistentes do programa de Educação de Jovens e Adultos do ensino especializado, pediu socorro aos deputados estaduais.

#  Eles lidam com alunos portadores de necessidades especiais e que tem ajuda da Aleac para reverter a decisão da Secretaria de Educação de afastá-los.

# Os educadores foram recebidos pelo deputado Gerlen Diniz (PP), Daniel Zen (PT), e  o líder do PC do B, Edvaldo Magalhães.

# Integrante da base governista, Gerlen Diniz, reconheceu a necessidade de se resolver a situação. # Ele enrende que os deputados devem intermediar uma conversação com a Secretaria de Educação para ouvir a posição e saber o que, de fato, está acontecendo.

# Daniel Zen, ex-secretário de Educação, disse ao grupo que o Poder Legislativo é o lugar certo para iniciar esse debate.

#  Assembleia Legislativa vai convocar o secretário de Educação, professor Mauro Sérgio, e demais membros de sua equipe para fazerem alguns esclarecimentos.

# na Comissão de Educação, Mauro e assessores irão explicar os motivos pelos quais o governo extinguiu turmas do Ensino de Jovens e Adultos e também do ensino especializado.

# A convocação do secretário e assessores surgiu após encontro dos deputados com professores e outros profissionais que integram o programa.

# Os deputados da oposição querem saber os motivos pelos quais o governo promoveu concurso, contratou, lotou profissionais na capital e no interior e agora, em pleno andamento do ano letivo, quer alterar tufo fazendo um reordenamento na rede de ensino para economizar na folha de pagamento.

# Um bom dia ao novo superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), advogado Sérgio Bayum, leitor assíduo desta coluna.

Artigos Publicados