Colunistas

Pesquisa revela popularidade do governo Gladson Cameli em alta

Pesquisa Instituto Data Control,  divulgada nesta sexta-feira, 26, mostra recuperação do governo Gladson Cameli (PP), após primeiro semestre complicado e marcado por desgastes em todos os sentidos. Segundo a pesquisa, 50,4% dos entrevistados classificam a gestão estadual como  ótima ou boa - sendo 7,4% como ótima e boa 43,1%. Já 21,6% consideram regular. Somando os que apontaram como ruim e péssima o resultado é de 21,9%. Apenas 6% não souberam ou não opinaram.

A pesquisa abordou também se os acreanos aprovam a maneira do atual governador fazer a sua gestão. 61,1% aprovaram contra 24,9% que desaprovam.  Somente 14% não responderam ou não souberam. A pesquisa questionou se o governador deve continuar do jeito que está ou se deveria mudar alguma coisa. Para 39,5% Gladson deve continuar do que está. Já 12% querem mudanças na saúde. Para 11% ele, Gladson deveria trabalhar mais. Para 7% dos entrevistados, o governo precisa e deve adotar mecanismo para gerar emprego e renda.

Foram entrevistadas 1.308 pessoas, entre os dias 13 a 18 de julho, em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Senador Guiomard, Brasiléia e Xapuri. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A confiança do levantamento é de 95%.

O governador analise os dados da pesquisa com humildade e naturalidade. Segundo ele, vai trabalhar para aumentar os índices e conquistar mais  apoio popular. “Esses números demonstram o momento. Recebo tudo com muita humildade e estou aqui para trabalhar ainda mais para aumentar esses índices positivos e conquistar as pessoas que ainda não aprovam ou discordam de alguma forma de nosso governo”, afirmou.

No segundo semestre, segundo o governador, vai melhorar a qualidade do serviço prestado na saúde e segurança e acelerar o ritmo das obras inacabadas na capital e interior. “Esses números mostraram que temos que focar nossos esforços aonde a população pede. A expectativa é que possamos gerar até dezembro com o aquecimento da construção civil mais de dois mil empregos diretos. Estamos trabalhando para isso.

Abusado

Ex-deputado Vagner ales (MDB) é mesmo muito abusado. Além de eleger a mulher Antonia Sales, deputada estadual e a filha, Jéssica Sales, deputada federal, quer eleger o filho Fagner Sales, prefeito de Cruzeiro do Sul.

Muito forte

Diretor executiva do Seinfra, Fagner Sales, apesar de nunca ter sido candidato, pode se tornar muito forte. Afinal, é filho do ex-prefeito, filho de uma deputada e irmão de uma deputada federal.

Contra a família

Se a candidatura de Fagner Sales for confirmada e o ex-deputado federal César Messias for mesmo o candidato do PSB, o governador Gladson Cameli terá dois parentes na disputa, mas certamente, não apoiará  nenhum.

Partidário

Entre ser familiar e partidário, na política, o governador prefere ser fiel  e leal aos princípios partidários. Por isso, vai apoiar a reeleição do prefeito Ilderlei Cordeiro (PP), que foi eleito pelo MDB, com a bênção de Vagner Sales.

Insignificante

Em quase 30 anos de Cruzeiro do Sul, o PT conseguiu eleger apenas dois vereadores. Nunca conseguiu eleger um prefeito. Em 2020, não será diferente. Sem nome forte, o PT  terá que apoiar César Messias.

Imprensado

César Messias sabe que vai entrar em  imprensado, uma vez que enfrentará o filho do ex-prefeito Vagner Sales e o prefeito Ilderlei Cordeiro (PP), ungido pelo governador Gladson Cameli.  

Reconhecimento

Governo, enfim, reconheceu a competência e comprometimento do professor e advogado Edinei Muniz. Ele será nomeado, nos próximo dias, para exercer cargo importante na Secretaria de Educação. Antes tarde, do que nunca!

Transição

Pela competência e afinidade com o projeto político-administrativo comandado pelo governador Gladson Cameli,  Edinei Muniz deveria ter sido chamado desde o processo de  transição.

Disputa interna

A disputa pela Prefeitura de Sena Madureira será entre os partidos governista. Só quem tem alguma chance de vencer o prefeito Mazinho Serafim (MDB) é o deputado Gerlen Diniz (PP).

Difícil

Mazinho Serafim apesar de ser do MDB mapiou, abertamente, a candidatura fracassada de Ney Amorim (PT ao Senado. Por isso, dificilmente terá apoiar do senador Marcio Bittar (MDB). Mas o difícil não é impossível.

 # Programa Tribuna Livre desta sexta-feira recebe os senadores Marcio Bittar (MDB) e Sérgio Petecão (PSD). Eles farão retrospecto do primeiro semestre e perspectiva para o segundo. Bittar foi um dos destaques da bancada do Norte, apresentando várias propostas e marcando posições em debates de grande relevância social. Petecão, nem se fala, basta lembrar que consegui superar várias raposas e foi eleito como primeiro-secretário da mesa diretora do Senado. Mediado por Tião Silva, o programa tem a participação dos debatedores Narciso Mendes e Osmir Lima. O Tribuna Livre começa após o Programa do Ratinha, na TV Rio Branco-SBT.  

PANORÂMICAS

# Fiat anuncia investimento de R$ 16 bilhões no Brasil.

# Scania afirma que vai fazer investimento superior a R$ 1,4 bilhão.

# Já a Honda vai investir R$ 500 milhões na fábrica de Manaus (AM).

# Os indicadores econômicos e sociais do Brasil supera a expectativa dos economistas.

# Tanto bandido em plena liberdade e as nossas autoridade preocupadas em prender médico.

#Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, editou portaria que regula a deportação sumária  de pessoa perigosa para a segurança do Brasil.

# A portaria também pune pessoas que tenham praticado ato contrário aos princípios e objetivos dispostos na Constituição Federal.

# Os indicadores econômicos e sociais do Brasil supera a expectativa dos economistas.

# Herdeiro do grupo de construção OAS, César Mata Pires Filho, morreu aos 41 anos nesta quinta-feira, em São Paulo.

# Ele estava internado desde que sofreu um infarto durante depoimento à Justiça Federal, em Curitiba (PR).

# Um bom dia ao ex-jogador de futebol e contador aposentado Renato da Guia, que completou mais um ano de vida, nesta quinta-feira.

Artigos Publicados