Colunistas

Em nota, governo tenta tapar sol com peneira

Antonio Muniz

Após demitir 340 detentores de cargos comissionados indicados pelos deputados da base governista, o governador Gladson Cameli (ainda no PP, mas vai pra o PSDB) editou Nota Oficial,  na noite desta quinta-feita, tentando minimizar o impasse entre o Executivo e o Legislativo.

O governo tenta explicar que as exonerações dos cargos em comissão publicadas no Diário Oficial desta quinta-feira, 19, fazem parte do conjunto de medidas que visam resgatar o equilíbrio fiscal do Estado. Claro que nenhum deputados acredita nessa versão oficial.

Ainda segundo a nota, no tocante aos vetos derrubados pelos deputados referentes a proposta discutida com membros do Poder Executivo sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), foi constatada em reunião ocorrida na tarde desta quinta-feira, 19, um equívoco no diálogo entre o Poder Executivo e o Poder Legislativo, situação que está sendo reparada de forma pacífica e respeitosa com todos os membros da Casa do Povo.

Governo, segundo a nota, reitera sua disposição em manter uma relação institucional de responsabilidade e governabilidade, além de reconhecer a importância do Poder Legislativo como aliado nas ações que objetivam o equilíbrio das contas públicas para o devido cumprimento das obrigações da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Apenas o começo

Um assessor do governo afirma que a demissão de mais de 340 cargos comissionados é apenas o começo. Ainda segundo o assessor, os deputados estão a brincar  com fogo e vão se queimar.

Vai continuar

Mesmo desmotivado com a exoneração da mulher, o deputado Luiz Tchê (PDT) garante que vai continuar na liderança do governo, na Aleac. Esta foto revela a preocupação e a insegurança do deputado. Nos bastidores, o governo já pensa em um novo líder para ajudar a montar nova base na Aleac.

Revolta

Tem secretário revoltado com o deputado Luiz Tchê, o líder do governo.  E há motivos de sobra, afinal, Tchê, no dia seguinte à histórica derrota do do governo ainda mandou os secretários tirarem  a bunda da cadeira e saírem do conforto do ar-condicionado. Ou seja, além de queda, coice!

Bestene rompe

O líder do PP na Aleac, deputado José Bestene, que já fez algumas críticas pontuais ao governo, sobretudo no sistema de saúde, anunciou rompimento, na noite desta quinta-feira.

Não há mais clima

Bestene tomou decisão após reunião entre deputados governistas, o vice-governador Wherles Rocha e o secretário de Articulação Política, Alysson Bestene. Segundo o deputado, não há mais clima para continuar a defender o governo.

Perda de tempo

Escalados para por fim à crise entre Executivo e Legislativo, em função das 340 exonerações, o vice-governador Wherles Rocha (PSDB) e o secretário de Articulação Política, Alysson Bestene foram à Aleac, na noite desta quinta-feira, mas perderam tempo.

Revogação já!

Pressionados pelos apadrinhados, os deputados governistas estão a exigir a revogação das demissões. Eles não acreditam nessa versão governista de que  demissões são para adequar a folha de pagamento à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Governo não aceita

No fundo, a ida de Rocha e Alysson à Aleac agravou, ainda mais, a revolta dos deputados da base contra o governador Gladson Cameli. O governo não aceitou a proposta de tornar sem efeito as 340 nomeações.

Podem acompanhar

Diante da reação do governo, os deputados estão dispostos a acompanhar José Bestene, no rompimento com o governo. A versão da adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) não colou.

Governo admite erro

Wherles Rocha admitiu que o governo errou ao se distanciar da base na Aleac. No entanto, em momentos de crise inda é possível construir algo novo. Quanto às exonerações, ele argumenta que o governo precisa solucionar um problema fiscal.

Ainda acredita

Rocha acredita que a solução definitiva do impasse acontecerá somente com o retorno do governador Gladson Cameli de Nova York, na terça-feira, 24. Ele também acredita que o rompimento de Bestene é temporário e que tudo poderá ser resolvido da melhor forma possível.

Reforço

Prefeita Socorro Neri comemora a filiação do deputado Jenilson Leite ao PSB. S sta foi realizada no início da noite desta quinta-feira, na sede do partido, na Travessa Maranhão, - bairro bosque. Eleito pelo PC do B, ele exerce o segundo mandato consecutivo e foi eleito como o mais atuante em 2018.  

Prefeita na TV

programa Tribuna Livre desta sexta-eira, na TV Rio Branco, recebe a prefeita Socorro Neri (PSB). Ela vai falar sobre vários assuntos, entre a nova onda de ataques machistas e preconceituosos nas redes sociais. Ela elogiou o senador Sérgio Petecão, afirmou não ter nada certo sobre aliança entre PSB-PSD.    

# Após dez dias na Alemanha, o governador Gladson Cameli (PP) voltou ao Acre, nesta segunda-feira, 16 e no dua seguinte sofreu derrota arrasadora na Assembleia Legislativa (Aleac), quando os deputados governistas se uniram aos da oposição e derrubaram os vetos do governo à Lei de Diretrizes Orçamentárias do próximo ano,  a LDO-2020 e em outras matérias do Executivo e de autoria de deputados. Na noite desta quinta-feira,  o governador Gladson Cameli (PP) escalou o vice-governador Wherles Rocha (PSDB) e o secretário de Articulação, Alysson Bestene para restabelecer a paz e o entendimento com os deputados e viajou aos Estados Unidos na comitiva do Presidente Jair Bolsonaro (PSL). Roca e Alysson tentaram argumentar como os deputados que as exonerações fazem parte de auste na fola de pagamento para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e não por retaliação à derrubado dos vetos. Claro que ninguém acreditou e o impasse continua.

PANORÂMICAS

# Governo deveria usar outra estratégia para conter os ânimos dos deputados governistas.

# Essa versão de adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal  (LRF) é muito fraca.

# Tava na cara que ninguém iria acreditar.  Na verdade, tal fato deixou os deputados ainda mais furiosos.

# Depois de tudo que ocorreu o governador agora compreende a importância do presidente da Aleac.

# Não basta ter laços de família. Tem que ter jogo de cintura e saber agir diante das armadilhas do poder.

# Ele também deve aprender que líder de governo tem que ter afinidade com o projeto e lealdade acima de tudo.

# Na sessão de quinta-feira, na Câmara de Rio Branco, os vereadores mantiveram os vetos da prefeita Socorro Neri (PSB). A diferença é grande.

# Uma moça que tinha cargo e ganhava R$ 16 mil desmaiou ao saber que estava na lista dos exonerados.

# Ao saber que também estava exonerada, a namorada de um deputado, telefonou para o mesmo e afirmou: “Te vira!”.

# Ou seja, se ela ficar sem emprego, o deputado ficará sem namorada.

# Governador não cedeu às pressões do Sintesac e manteve o coronel Jorge Resende na Sesacre.

# Quanto às outras reivindicações, ele pediu prazo até novembro para atendê-las.

# Deputado Fagner Calegário (sem partido) foi convidado a se retirar da reunião entre governo e deputados governistas.

# Ele queria obter informações sobre o impasse entre governo e a base governista na Aleac.

# Um bom dia ao deputado Roberto Duarte Junior (MDB),o único eleita pela base governista que não tinha indicação de cargos no governo.

 

Artigos Publicados

Deputado dão prova de amor ao governo e se desmoralizam