Colunistas

Semírames: um nome marcado por independência e dinamismo

Na mitologia grega, Semíramis foi uma bela rainha mitológica que segundo as lendas gregas e lendas persas reinou sobre a Pérsia, Assíria, Armênia, Arábia ,Egito e toda a Ásia, durante mais de 42 anos. Fundadora da Babilônia e de seus jardins suspensos, subiu ao céu transformada em pomba, após entregar a coroa ao seu filho, Tamuz.

Segundo os mais estudiosos, as mulheres com essa nome normalmente são independentes e dinâmicas, duas frandes características de líder. Oralmente, age com  personalidade, diplomacia e muita paciência, evitando de ser vista como egoísta ou autoritária. Frequentemente,  é convidada para assumir projetos e empreendimentos pois sua autoconfiança e facilidade em enfrentar os obstáculos são qualidades notórias e sempre age com  eficiência e dedicação. Por isso, são pessoas que não se deixam afetar quando existe oposição à suas idéias ou ações.

Por agir com equilíbrio sempre tem o apoio dos que o seguem e acreditam na sua liderança. Para alcançar a vibração positiva que emana do número 1 é preciso concentrar-se em atingir seu objetivo, coisa que costuma fazer com muita originalidade. Personalidades deste número são rapidamente notados pois conquistam com facilidade, todos e costumam ser o centro das atenções.

Mas na nossa realidade, Semírames Dias (com e) é contabilista em gestão financeira, controladoria e auditoria e master of business administration e gestão pública com ênfase em controle externo e  auditora de controle externo no Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE-AC), há mais de dez anos. Atuou como inspetora geral de controle externo da 3ª IGCE; Inspetora Geral de Controle Externo da 2ª IGCE e antes de pedir afastamento para ser secretaria de Fazenda, era  diretora de Auditoria Financeira e Orçamentária e atuava na coordenação do Grupo de Informações Estratégicas do Controle Externo (Gaice).

Burocrata

Semíramis Dias, agora ex-secretária de Fazenda, foi demitida, nesta sexta-feira, 30, por ser uma burocrata assumida e não por incompetência ou indecência. Ela sabe o que certo e errado e sempre fez o certo. 

Desapego

A ex-secretária não assumiu o cargo por acomodação política, mas sim como missão dada  pelo governador Gladson Cameli. Auditora concursada do TCE, ela não é apegada a cargos e nem precisa de salário de secretário para sobreviver.

Extrapolou

Amigos mais próximos de Semíramis afirmam que  ela extrapolou o tempo no governo. Pelo perfil da contadora, os amigos  deram, no máximo 120 dias para ela pedir demissão. Ela é acusado de travar os atos do governo.

Fim da república  do TCE

O governador havia afirmado que após a Expoacre-2019, faria várias alterações em sua equipe.  República do TCE, da qual Semíramis faz parte, seria desligada do governo. Outros serão demitidos nos próximos dias.

Procurando nome

Outro cargo imotante na equipe governamental deverá ter novo ocupante nos próximos dias. A mudança no referido setor deveria ter sido feita no primeiro semestre, mas o governador ainda procura um nome com perfil correto para assumir.

Problemas

Governador  Gladson Cameli deverá ter mais problemas em sua base de apoio na Assembleia Legislativa. Cameli quer fazer alterações para tornar o governo mais eficiente, mas os deputados querem mais cargos para contemplar interesses políticos.

Pressão interna

Lideranças do PDT estariam a pressionar o novo líder do governo, deputado Luiz Tchê (PDT) por mais cargos. Os que ainda não foram contemplados estariam a defender a permanência do partido na Frente Popular.

Mais acomodação

Para contemplar lideranças jovens do MDB, descontentes com a cúpula do partido, o governo se articula para fazer algumas acomodações. Até aí tudo bem, mas patê da juventude progressista que foi excluída se sente desprestigiada.

Menos espaço

Governo faz as contas e chega a conclusão de que o espaço do MDB tem na gestão estadual e desproporcional ao apoio político que o partido oferece na Assembleia Legislativa. Por isso, vai exigir mais fidelidade. Caso contrário, o espaço do partido será minimizado.

Nada a ver

Ex-vereador Rodrigo Pinto (MDB), filho do saudoso governador Edmundo Pinto, mora em Dubai, segunda maior cidade dos Emirados Árabes mas ao contrário do que insinuam, não vive às custas de sua mãe, dona Fátima  Almeida.

Duas reuniões

Governador Gladson Cameli (PP)  e o vice Wherles Rocha (PSDB) participam de reuniões  com alguns ministros do presidente Jair Bolsonaro em dias etapas: em Belém (PA), nesta segunda-feira, e em Manaus (AM), na terça-feira.

# Professor Monoru Kinpara deve ter lido o livre: “Como aparecer bem na mídia”.  Primeiro afirmou que estava pensando em sair da Rede, partido pelo qual foi candidato ao Senado em 2018. Depois afirmou que iria sair. Em seguida, confirmou sua saída da Rede. Alguns dias depois, afirmou que  pretendia ir para o PSDB, atendendo convite do vice-governador Wherles Rocha.

Na manhã de sexta-feira, 30, na sede do PSDB, muitos acreditavam que ele iria se filiar, mas quem assinou ficha de filiação foi apenas sua mulher, a também professora Degmar Kinpara. A nova presidente regional do PSDB, deputada federal Mara Rocha afirmou que a professora Degmar vai fortalecer, ainda mais, o partido e desejou boa sorte à nova tucana. Minoru Kinpara deve se filiar nos próximos dias e é ´re-candidato à Prefeitura de Rio Branco.

PANORÂMICAS

# Na abertura dos jogos internos da Ufac, sábado, 31,  chamados de “Orjia”, tivemos cenas deprimentes e que mancham a reputação da instituição.

# Na antiguidade, ritual festivo em honra do deus Dioniso (entre os gregos) ou Baco (entre os romanos); bacanal.

# Também são festividade na qual se sobressaem a euforia, excesso de bebidas, desregramento e libertinagem; bacanal.

# No caso da Ufac, os estudantes "criativos" alteraram uma letra e adotaram o “orjia” como o nome dos jogos.

# Cada Athletica tinha o direito de fazer apresentação de seus membros.

# Uma das Athleticas fez jus ao espírito universitário e usou como tema para a entrada uma música com uma letra imortal.

# Em respeito aos nossos leitores, assinantes  e anunciantes não entarmos em detalhes sobre o conteúdo.

# Mas quem tiver dúvida basta clicar no linque: 

https://www.youtube.com/watch?v=8iSjhiTPnB0

# A reitoria da Ufac diz que ficou surpresa com o contudo pornográfico.

# Se não sabia, deixa claro a incompetência; se sabia, comprova a incompetência.

# Reitoria não pode ser incompetência, nem conivente com tamanha imoralidade.

# O que ocorreu na Ufac, neste sábado, é algo vergonhoso  e inaceitável para uma instituição bancada com recursos públicos.

# Os estudantes responsáveis pela pornografia envergonharam até seus familiares.

# Um bom dia aos estudantes sérios e dedicados que engrandecem e fortalecem nossa Ufac.

Artigos Publicados