net-prf-enem_13-02-2014
 
 
 
 
You are here: Acre Depois de bloquear contas da TelexFree, MPE quer que “empresa” devolva dinheiro dos investidores
 
 

Depois de bloquear contas da TelexFree, MPE quer que “empresa” devolva dinheiro dos investidores

promotora_telexfreeA promotora Alessandra Marques explica que a decisão judicial foi para evitar que o esquema criminoso continuasse crescendo em todo Brasil (FOTO: Francisco Chagas)

A empresa também vinha sendo usada por bandidos do Rio de Janeiro para lavar o dinheiro do tráfico de drogas

 

A promotoria de direitos humanos do ministério público estadual já entrou com ação coletiva na justiça solicitando que a TelexFree devolva o dinheiro de seus investidores. Segundo o promotor de justiça Marco Aurélio, a intenção é evitar que as pessoas que entraram por último no sistema telexFree fiquem no prejuízo total.

A autora da ação que resultou no bloqueio das contas da TelexFree e na proibição de novas adesões ao sistema voltou a afirmar que a empresa é uma pirâmide financeira. Responsável pela promotoria de defesa do consumidor, a promotora Alessandra Marques explica que a decisão judicial foi para evitar que o esquema criminoso continuasse crescendo em todo Brasil, segundo ela.

A TelexFree tem, hoje, 700 mil cadastros de investidores, mas o ministério público acreano desconfia que esse número não corresponde com a quantidade de pessoas incluídas no sistema. As investigações iniciais comprovarão que muitos dos cadastros foram feitos com CPF falsos. A empresa também vinha sendo usada por bandidos do Rio de Janeiro para lavar o dinheiro do tráfico de drogas.




Veja também:


Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
 
 
 
 
 
  • Opinião


Foto Antonio MunizAntonio Muniz

Panorama

Foto de Mathias NaganumaMathias Naganuma

Crônicas

Foto Narciso MendesNarciso Mendes

Artigos