net-prf-enem_13-02-2014
 
 
 
 
You are here: Acre Vereador é flagrado em ato sexual dentro do gabinete
 
 

Vereador é flagrado em ato sexual dentro do gabinete

9758_img_noticia

Jerônimo do INSS, teria sido flagrado fazendo sexo com uma assessora dentro do próprio gabinete

No último sábado (5), o presidente da Câmara dos Vereadores de Ituberá, Jerônimo dos Santos (PP), o “Jerônimo do INSS”, teria sido flagrado fazendo sexo com uma assessora dentro do próprio gabinete. Como se não fosse constrangimento o suficiente, a pessoa a surpreender o vereador foi a própria mulher.
 
Jocilene, contou que o marido demorava para voltar para casa e que decidiu ir até a Câmara. Lá, a companheira ligou para o seu telefone e pediu que o marido descesse e a atendesse. No momento em que o vereador abriu a porta, a mulher se esquivou e invadiu o local. No gabinete do marido, teria surpreendido a servidora nua.
 
Depois de surpreender o casal, a mulher traída teria feito o maior escândalo dentro da Câmara, chamado a polícia e acusando o presidente da Câmara de infidelidade dentro da sede do Poder Legislativo para quem quisesse ouvir. Já polícia compareceu ao prédio, mas para levar a mulher descontrolada à delegacia por aprontar confusão dentro de um órgão público, o que é proibido.

 


 
Como ituberá não tem plantão de delegados durante os fins de semana, foi impossível efetuar flagrante do prefeito em ato obsceno dentro do gabinete. Portanto, até o momento, não haveria provas da traição. A mulher prestou queixa no local, foi ouvida pelos plantonistas e foi liberada para deixar o local logo após.
 
Jocilene disse também que já sabia do caso extraconjugal do marido. Ele e a assessora já estariam envolvidos desde antes de Jerônimo ter sido eleito vereador pela primeira vez. Informalmente, o marido contou à polícia no meio da confusão que, de fato, estava com a funcionária na Câmara, mas que ela apenas digitava um documento no gabinete a seu pedido. Além disto, se a estivesse traindo, jamais a receberia na porta da Câmara.
 
Esta semana, a mulher de Jerônimo do INSS deverá ser ouvida em depoimento oficial ao delegado da cidade para que as investigações do fato sejam iniciadas. Na cidade, o clima é de revolta e em todas as conversas a população pede a cassação do mandato de Jerônimo e alegam quebra de decoro.
 
O presidente da Câmara não foi encontrado para comentar sua situação. Na Casa, nenhuma ligação de telefone é atendida desde então e funcionários da administração alegam que não têm o telefone do chefe do Legislativo local. O deputado federal Mário Negromonte, presidente estadual do partido, declarou que é preciso saber se há de fato queixa e classificou a situação como “lamentável”. Ele, porém, transferiu a responsabilidade de aplicar ou não punição ao correligionário ao diretório local do partido.

 




Veja também:


Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
 
 
 
 
 
  • Opinião


Foto Antonio MunizAntonio Muniz

Panorama

Foto de Mathias NaganumaMathias Naganuma

Crônicas

Foto Narciso MendesNarciso Mendes

Artigos